Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019

13/7/2012 - Indaiatuba - SP

Viação Indaiatubana apresenta frota zero quilômetro para a Prefeitura




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Indaiatuba

 

A empresa de transporte público Viação Indaiatubana apresentou para a Prefeitura de Indaiatuba na manhã desta quinta-feira (12) a nova frota de veículos zero quilômetros. Os novos 13 ônibus, sendo três trucados (três eixos) e outros 10 convencionais entrarão em operação nas linhas de Indaiatuba nesta sexta-feira (13). Todos já estão equipados com aparelho de GPS e são adaptados para cadeirantes.
O Os três veículos maiores são da marca Volvo B270F, carroceria Mascarello/Granvia, ano/modelo 2011/2012, com 15 metros e capacidade de lotação para 106 passageiros (55 sentados e 51 de pé). Os outros 10 ônibus são da marca/modelo MBB /OF 1721/59 Euro, carroceria Caio Apache, ano/modelo 2012/2012, com capacidade de lotação total de 83 passageiros (46 sentados e 37 de pé). Até setembro deste ano serão incluídos mais 18 ônibus zero quilômetros.
Todos os novos veículos são acessíveis a pessoas portadoras de necessidades especiais conforme norma ABNT. Com o acréscimo a Viação Indaiatubana irá quase dobrar o número de veículos acessíveis, passando dos atuais 14 para 27, neste primeiro momento. Passará de 20,58% para 39,70% da frota acessível; passando de 7ª colocada para 5ª conforme estatística da Região Metropolitana de Campinas – RMC apresentada pela Secretaria de Estado dos direitos da Pessoa com Deficiência em Encontro realizado no dia 29 de junho deste ano em Campinas.
Esteve presente na apresentação, o secretário de Administração, Núncio Lobo Costa; o proprietário da Viação Indaiatuba, Ronan Maria Pinto, o diretor administrativo da Viação Indaiatubana, Pedro Rezende; o secretário de Governo, Odair Gonçalves e o diretor do Departamento de Transporte Coletivo, Silvio Roberto Lima.
O proprietário da Viação Indaiatubana, ressaltou o empenho da empresa em resolver as questões referentes ao atendimento da população. “Estamos na cidade há 23 anos e este ano tivemos coisas atípicas que gerou muitas reclamações, como quebra de ônibus. Tenho a responsabilidade pela empresa e vimos que seria necessário um investimento maior para este ano de 2012 com a renovação da frota e para o ano que vem vamos continuar renovar a frota. O investimento na cidade foi de 14 milhões de reais, incluindo frota, terminais e abrigos”, revela o proprietário da Viação Indaiatubana.
O secretário de Administração, Núncio Lobo Costa, ressaltou a cobrança da Prefeitura para que se ofereça a qualidade no serviço. “Temos cobrado da empresa a qualidade e agora vamos desfrutar dos resultados, serão instalados painéis de LED nos terminais, informando os horários das partidas, o terminal do João Pioli está em fase de conclusão, todos os veículos da empresa já estão com GPS para fiscalização do serviço. A melhora já está acontecendo, o Departamento de Transporte tem fiscalizado e ao longo do tempo a população vai sentir os resultados”, relata Costa.
O diretor administrativo da Viação Indaiatubana, Pedro Rezende, explicou a tecnologia Euro 5, referente à diminuição de poluentes, disponíveis nos veículos zero quilômetros. “Todos os veículos novos possuem a tecnologia Euro 5 que tem o objetivo de diminuir a poluição emitida pelos ônibus, esses veículos não soltam fumaça pelo escapamento. O sistema funciona com três tanques. Um de diesel S50, que já possui menos poluentes, outro com fluido e o terceiro de uréia que funciona como um filtro para o diesel que elimina os poluentes e a fumaça no escapamento, seguindo as exigências ambientais federal”, ressalta Rezende.
A tecnologia Euro 5, corresponde às novas exigências ambientais feitas pelo governo, que visam limitar o escapamento de partículas de gases poluentes na atmosfera. Para tanto, os caminhões e ônibus deixam de utilizar o diesel S1800 para usar o S50, o que exige configurações diferentes em seus motores.
O diretor do Departamento de Transporte Coletivo, Silvio Roberto Lima, explica a operação dos novos ônibus nas linhas. “Como já previsto no planejamento da Diretoria de Transporte Coletivo e Concessionária, os três primeiros ônibus, serão alocados preliminarmente em linhas que vem apresentando aumento significativo do número de passageiros transportados (horário/pico). Motivado pela recente desativação das linhas de Transporte Coletivo escolar de área rural ocorrido no dia 25 de junho, que até então operavam como veículos de apoio, e que, portanto, obrigou a migração definitiva dos passageiros para os ônibus das respectivas linhas”, explica Lima e continua. “Além de atender os dispositivos contratuais quanto a renovação da frota, propiciará um aumento significativo na oferta de lugares aumentando o conforto e segurança, considerando que a pedido da administração pública, a Concessionária simultaneamente fará a troca dos veículos novos convencionais pelos atuais micros, ônibus leves e convencionais com idade máxima individual de 8 anos.
A renovação da frota, associada ao desenvolvimento e aplicação do GPS, permitirá além do monitoramento em tempo real dos ônibus nas respectivas linhas uma ampliação dos meios de comunicação e informação aos usuários que poderão consultar as próximas chegadas através dos painéis LCD (Terminais Rodoviária e Dom Pedro) e LED (no terminal Cecap). Pela internet e pelo serviço móvel celular através do SMS também haverá consultas de itinerário, ambos em processo final de implantação. “Essas ações certamente culminará no aperfeiçoamento gradativo do sistema de transporte coletivo de Indaiatuba, agregando maior qualidade, conforto, segurança e confiabilidade”, salienta Lima.
Novas Linhas
Atualmente existiam 24 OSO (Ordens de Serviço Operacional), com 64 veículos operacionais e quatro de reserva técnica. Com a exclusão das linhas escolares, foram elaboradas novas OSO além do remanejamento das tecnologias existente com a redistribuição da frota e criação de quatro novas linhas. Três irão atender os bairros rurais: Fogueteiro, Saltinho, Casa Branca, Vale do Sole e Mirim; uma o Distrito Industrial, passando para 26 OSO, o que representa um aumento de 2,82% do número de viagens dia/útil, passando de 886 para 911, além do aumento efetivo da frota operacional das linhas 307 e 331.
Linhas criadas
• 319 – Fogueteiro – Estrada do Fanger x Rodoviária/Centro;
• 320 – Boa Vista – Saltinho x João Piolli;
• 325 – Casa Branca/ Vale do Sol/Mirim x Rodoviária Centro
• 326 – Distrito Industrial x Pólo Shopping

 

A empresa de transporte público Viação Indaiatubana apresentou para a Prefeitura de Indaiatuba na manhã desta quinta-feira (12) a nova frota de veículos zero quilômetros. Os novos 13 ônibus, sendo três trucados (três eixos) e outros 10 convencionais entrarão em operação nas linhas de Indaiatuba nesta sexta-feira (13). Todos já estão equipados com aparelho de GPS e são adaptados para cadeirantes.


O Os três veículos maiores são da marca Volvo B270F, carroceria Mascarello/Granvia, ano/modelo 2011/2012, com 15 metros e capacidade de lotação para 106 passageiros (55 sentados e 51 de pé). Os outros 10 ônibus são da marca/modelo MBB /OF 1721/59 Euro, carroceria Caio Apache, ano/modelo 2012/2012, com capacidade de lotação total de 83 passageiros (46 sentados e 37 de pé). Até setembro deste ano serão incluídos mais 18 ônibus zero quilômetros.


Todos os novos veículos são acessíveis a pessoas portadoras de necessidades especiais conforme norma ABNT. Com o acréscimo a Viação Indaiatubana irá quase dobrar o número de veículos acessíveis, passando dos atuais 14 para 27, neste primeiro momento. Passará de 20,58% para 39,70% da frota acessível; passando de 7ª colocada para 5ª conforme estatística da Região Metropolitana de Campinas – RMC apresentada pela Secretaria de Estado dos direitos da Pessoa com Deficiência em Encontro realizado no dia 29 de junho deste ano em Campinas.


Esteve presente na apresentação, o secretário de Administração, Núncio Lobo Costa; o proprietário da Viação Indaiatuba, Ronan Maria Pinto, o diretor administrativo da Viação Indaiatubana, Pedro Rezende; o secretário de Governo, Odair Gonçalves e o diretor do Departamento de Transporte Coletivo, Silvio Roberto Lima.


O proprietário da Viação Indaiatubana, ressaltou o empenho da empresa em resolver as questões referentes ao atendimento da população. “Estamos na cidade há 23 anos e este ano tivemos coisas atípicas que gerou muitas reclamações, como quebra de ônibus. Tenho a responsabilidade pela empresa e vimos que seria necessário um investimento maior para este ano de 2012 com a renovação da frota e para o ano que vem vamos continuar renovar a frota. O investimento na cidade foi de 14 milhões de reais, incluindo frota, terminais e abrigos”, revela o proprietário da Viação Indaiatubana.


O secretário de Administração, Núncio Lobo Costa, ressaltou a cobrança da Prefeitura para que se ofereça a qualidade no serviço. “Temos cobrado da empresa a qualidade e agora vamos desfrutar dos resultados, serão instalados painéis de LED nos terminais, informando os horários das partidas, o terminal do João Pioli está em fase de conclusão, todos os veículos da empresa já estão com GPS para fiscalização do serviço. A melhora já está acontecendo, o Departamento de Transporte tem fiscalizado e ao longo do tempo a população vai sentir os resultados”, relata Costa.


O diretor administrativo da Viação Indaiatubana, Pedro Rezende, explicou a tecnologia Euro 5, referente à diminuição de poluentes, disponíveis nos veículos zero quilômetros. “Todos os veículos novos possuem a tecnologia Euro 5 que tem o objetivo de diminuir a poluição emitida pelos ônibus, esses veículos não soltam fumaça pelo escapamento. O sistema funciona com três tanques. Um de diesel S50, que já possui menos poluentes, outro com fluido e o terceiro de uréia que funciona como um filtro para o diesel que elimina os poluentes e a fumaça no escapamento, seguindo as exigências ambientais federal”, ressalta Rezende.


A tecnologia Euro 5, corresponde às novas exigências ambientais feitas pelo governo, que visam limitar o escapamento de partículas de gases poluentes na atmosfera. Para tanto, os caminhões e ônibus deixam de utilizar o diesel S1800 para usar o S50, o que exige configurações diferentes em seus motores.


O diretor do Departamento de Transporte Coletivo, Silvio Roberto Lima, explica a operação dos novos ônibus nas linhas. “Como já previsto no planejamento da Diretoria de Transporte Coletivo e Concessionária, os três primeiros ônibus, serão alocados preliminarmente em linhas que vem apresentando aumento significativo do número de passageiros transportados (horário/pico). Motivado pela recente desativação das linhas de Transporte Coletivo escolar de área rural ocorrido no dia 25 de junho, que até então operavam como veículos de apoio, e que, portanto, obrigou a migração definitiva dos passageiros para os ônibus das respectivas linhas”, explica Lima e continua. “Além de atender os dispositivos contratuais quanto a renovação da frota, propiciará um aumento significativo na oferta de lugares aumentando o conforto e segurança, considerando que a pedido da administração pública, a Concessionária simultaneamente fará a troca dos veículos novos convencionais pelos atuais micros, ônibus leves e convencionais com idade máxima individual de 8 anos.


A renovação da frota, associada ao desenvolvimento e aplicação do GPS, permitirá além do monitoramento em tempo real dos ônibus nas respectivas linhas uma ampliação dos meios de comunicação e informação aos usuários que poderão consultar as próximas chegadas através dos painéis LCD (Terminais Rodoviária e Dom Pedro) e LED (no terminal Cecap). Pela internet e pelo serviço móvel celular através do SMS também haverá consultas de itinerário, ambos em processo final de implantação. “Essas ações certamente culminará no aperfeiçoamento gradativo do sistema de transporte coletivo de Indaiatuba, agregando maior qualidade, conforto, segurança e confiabilidade”, salienta Lima.


Novas Linhas


Atualmente existiam 24 OSO (Ordens de Serviço Operacional), com 64 veículos operacionais e quatro de reserva técnica. Com a exclusão das linhas escolares, foram elaboradas novas OSO além do remanejamento das tecnologias existente com a redistribuição da frota e criação de quatro novas linhas. Três irão atender os bairros rurais: Fogueteiro, Saltinho, Casa Branca, Vale do Sole e Mirim; uma o Distrito Industrial, passando para 26 OSO, o que representa um aumento de 2,82% do número de viagens dia/útil, passando de 886 para 911, além do aumento efetivo da frota operacional das linhas 307 e 331.


Linhas criadas


• 319 – Fogueteiro – Estrada do Fanger x Rodoviária/Centro;


• 320 – Boa Vista – Saltinho x João Piolli;


• 325 – Casa Branca/ Vale do Sol/Mirim x Rodoviária Centro


• 326 – Distrito Industrial x Pólo Shopping

 

 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Indaiatuba Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.