Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

11/7/2012 - Indaiatuba - SP

Sede das unidades dos Cras sediaram palestras sobre cursos do Pronatec 2012




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Indaiatuba

 

A Prefeitura de Indaiatuba por meio das cinco unidades do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) da Secretaria da Família e do Bem Estar Social realizou no mês de junho, cinco reuniões socioeducativas com os beneficiários do programa Bolsa Família. Nelas foram apresentados os cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que tem como objetivo principal expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) para a população brasileira. As palestras foram realizadas nas sede dos Cras e contaram com a presença do secretário Luiz Henrique Furlan, equipe técnica e representantes do Senai/Indaiatuba, órgão responsável pelos cursos. Um total de 440 pessoas participaram das cinco reuniões promovidas nas sedes dos CRAS. Sendo180 pessoas do Cras I (Jardim Oliveira Camargo), 16 do Cras II (Tombadouro), 44 pessoas do Cras III (Parque Corolla), 100 pessoas Cras IV (Jardim Morada do Sol) e 100 no Cras V (Jardim Brasil).
O representante do Senai/ Indaiatuba, Luis Carvalho Silva Júnior, coordenador Senai/ Pimenta participou da reunião na sede junho do Cras IV, Jardim Morada do Sol explicou aos participantes que o município fez a adesão e o Governo Federal credenciou o Senai para ministrar os cursos profissionalizantes. “Para participar do curso basta ter 16 anos completos até 59 anos e ensino fundamental completo. Os cursos são: Agente de Inspeção de Qualidade TI/2012, área de metalmecânica; Auxiliar Administrativo-gestão de RH, e Desenhista Mecânico área metalmecânica. Os interessados receberão auxílio transporte e alimentação”.
No final de cada reunião as equipes dos Cras receberam as inscrições dos interessados.
Para Indaiatuba estão previstos três cursos: auxiliar administrativo, desenhista mecânico e agente de inspeção de qualidade.
O curso de auxiliar administrativo, área de gestão em RH, tem 32 vagas e está previsto para acontecer de 23 de julho a 24 de setembro de 2012, das 13h às 17h. Com carga horária de 180 horas. Objetivo: acolhimento, orientação profissional, cidadania, rotinas de escritório, fundamentos de matemática financeira, técnicas administrativa, informática aplicada, relacionamento interpessoal e comunicação.
O curso Desenhista Mecânico, área metalmecânica, das 13h às 17h de segunda a sexta-feira, carga horária 220, pré-requisito minimo16 anos, ensino fundamental concluído, 16 vagas. Inicio 23 de julho a 8 de outubro. Objetivo acolhimento, orientação profissional e cidadania, desenho técnico mecânico, controle dimensional, CAD 2D e CAD 3.
O curso agente de Inspeção de Qualidade TI/2012, área metalmecânica, horário das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira, carga horária de 180 horas, ensino fundamental concluído, 32 vagas, 1º de outubro a 7 de dezembro de 2012. O conteúdo acolhimento e orientação profissional e cidadania, leitura e interpretação de desenho mecânico, controle dimensional, tecnologia aplicação e inspeção.
Criado no dia 26 de outubro de 2011 com a sanção da Lei nº. 12.513/2011 pela presidente Dilma Rousseff, o Pronatec tem como objetivo principal expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) para a população brasileira. Para tanto, prevê uma série de subprogramas, projetos e ações de assistência técnica e financeira que juntos oferecerão oito milhões de vagas a brasileiros de diferentes perfis nos próximos quatro anos.
A principal novidade do Pronatec é a criação da Bolsa-Formação, que permitirá a oferta de vagas em cursos técnicos e de Formação Inicial e Continuada (FIC), também conhecidos como cursos de qualificação. Oferecidos gratuitamente a trabalhadores, estudantes e pessoas em vulnerabilidade social, esses cursos presenciais serão realizados pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, por escolas estaduais de EPT e por unidades de serviços nacionais de aprendizagem como o SENAI.
Há dois tipos de Bolsa-Formação: a Estudante e a Trabalhador. Na Bolsa-Formação Estudante, cursos técnicos com a partir de 800 horas serão destinados a alunos das redes públicas de ensino médio. Já a Bolsa-Formação Trabalhador oferecerá cursos de qualificação a pessoas em vulnerabilidade social e trabalhadores de diferentes perfis e alunos das redes públicas de Ensino Médio. Em ambos os casos, os beneficiários terão direito a cursos gratuitos e de qualidade, a alimentação, a transporte e a todos os materiais escolares necessários que possibilitarão a posterior inserção profissional dos beneficiários.

A Prefeitura de Indaiatuba por meio das cinco unidades do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) da Secretaria da Família e do Bem Estar Social realizou no mês de junho, cinco reuniões socioeducativas com os beneficiários do programa Bolsa Família. Nelas foram apresentados os cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que tem como objetivo principal expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) para a população brasileira. As palestras foram realizadas nas sede dos Cras e contaram com a presença do secretário Luiz Henrique Furlan, equipe técnica e representantes do Senai/Indaiatuba, órgão responsável pelos cursos. Um total de 440 pessoas participaram das cinco reuniões promovidas nas sedes dos CRAS. Sendo180 pessoas do Cras I (Jardim Oliveira Camargo), 16 do Cras II (Tombadouro), 44 pessoas do Cras III (Parque Corolla), 100 pessoas Cras IV (Jardim Morada do Sol) e 100 no Cras V (Jardim Brasil).


O representante do Senai/ Indaiatuba, Luis Carvalho Silva Júnior, coordenador Senai/ Pimenta participou da reunião na sede junho do Cras IV, Jardim Morada do Sol explicou aos participantes que o município fez a adesão e o Governo Federal credenciou o Senai para ministrar os cursos profissionalizantes. “Para participar do curso basta ter 16 anos completos até 59 anos e ensino fundamental completo. Os cursos são: Agente de Inspeção de Qualidade TI/2012, área de metalmecânica; Auxiliar Administrativo-gestão de RH, e Desenhista Mecânico área metalmecânica. Os interessados receberão auxílio transporte e alimentação”.


No final de cada reunião as equipes dos Cras receberam as inscrições dos interessados.


Para Indaiatuba estão previstos três cursos: auxiliar administrativo, desenhista mecânico e agente de inspeção de qualidade.


O curso de auxiliar administrativo, área de gestão em RH, tem 32 vagas e está previsto para acontecer de 23 de julho a 24 de setembro de 2012, das 13h às 17h. Com carga horária de 180 horas. Objetivo: acolhimento, orientação profissional, cidadania, rotinas de escritório, fundamentos de matemática financeira, técnicas administrativa, informática aplicada, relacionamento interpessoal e comunicação.


O curso Desenhista Mecânico, área metalmecânica, das 13h às 17h de segunda a sexta-feira, carga horária 220, pré-requisito minimo16 anos, ensino fundamental concluído, 16 vagas. Inicio 23 de julho a 8 de outubro. Objetivo acolhimento, orientação profissional e cidadania, desenho técnico mecânico, controle dimensional, CAD 2D e CAD 3.


O curso agente de Inspeção de Qualidade TI/2012, área metalmecânica, horário das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira, carga horária de 180 horas, ensino fundamental concluído, 32 vagas, 1º de outubro a 7 de dezembro de 2012. O conteúdo acolhimento e orientação profissional e cidadania, leitura e interpretação de desenho mecânico, controle dimensional, tecnologia aplicação e inspeção.


Criado no dia 26 de outubro de 2011 com a sanção da Lei nº. 12.513/2011 pela presidente Dilma Rousseff, o Pronatec tem como objetivo principal expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) para a população brasileira. Para tanto, prevê uma série de subprogramas, projetos e ações de assistência técnica e financeira que juntos oferecerão oito milhões de vagas a brasileiros de diferentes perfis nos próximos quatro anos.


A principal novidade do Pronatec é a criação da Bolsa-Formação, que permitirá a oferta de vagas em cursos técnicos e de Formação Inicial e Continuada (FIC), também conhecidos como cursos de qualificação. Oferecidos gratuitamente a trabalhadores, estudantes e pessoas em vulnerabilidade social, esses cursos presenciais serão realizados pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, por escolas estaduais de EPT e por unidades de serviços nacionais de aprendizagem como o SENAI.


Há dois tipos de Bolsa-Formação: a Estudante e a Trabalhador. Na Bolsa-Formação Estudante, cursos técnicos com a partir de 800 horas serão destinados a alunos das redes públicas de ensino médio. Já a Bolsa-Formação Trabalhador oferecerá cursos de qualificação a pessoas em vulnerabilidade social e trabalhadores de diferentes perfis e alunos das redes públicas de Ensino Médio. Em ambos os casos, os beneficiários terão direito a cursos gratuitos e de qualidade, a alimentação, a transporte e a todos os materiais escolares necessários que possibilitarão a posterior inserção profissional dos beneficiários.

 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Indaiatuba Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.