Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/6/2012 - Indaiatuba - SP

Saae substitui ramais de distribuição no São Lourenço antes do recape das ruas




 

Antecedendo o recapeamento das ruas, a Prefeitura de Indaiatuba por meio do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgotos) está implantando um projeto piloto de combate às perdas de água, no Parque São Lourenço, substituindo os ramais de distribuição de água.
O bairro apresenta um dos maiores índices de vazamentos do município. A substituição dos ramais deverá estar concluída em 30 dias.
Diariamente, dos cerca de 60 milhões de litros de água tratada pela autarquia, 22 milhões de litros são perdidos (37%), principalmente, através de vazamentos que ocorrem, em mais de 50% dos casos, nos ramais de distribuição de água.
O projeto piloto integra o Plano Diretor de Combate às Perdas de Água, custeado pelo governo do Estado, com quem a Prefeitura e o Saae assinaram, recentemente, contrato no valor de R$ 10,8 milhões, a fundo perdido (sem necessidade de reembolso).
“Na medida que comprovamos que estamos reduzindo as perdas de água, o dinheiro vai sendo liberado”, esclarece o superintendente do Saae, engenheiro Nilson Alcides Gaspar.
“A substituição dos ramais no Parque São Lourenço, além do benefício de combater vazamentos, atende a um pedido do prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB) de deixar as ruas prontas para o recapeamento do asfalto”, enfatiza o superintendente do Saae.

 

 

Antecedendo o recapeamento das ruas, a Prefeitura de Indaiatuba por meio do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgotos) está implantando um projeto piloto de combate às perdas de água, no Parque São Lourenço, substituindo os ramais de distribuição de água.

O bairro apresenta um dos maiores índices de vazamentos do município. A substituição dos ramais deverá estar concluída em 30 dias.

Diariamente, dos cerca de 60 milhões de litros de água tratada pela autarquia, 22 milhões de litros são perdidos (37%), principalmente, através de vazamentos que ocorrem, em mais de 50% dos casos, nos ramais de distribuição de água.

O projeto piloto integra o Plano Diretor de Combate às Perdas de Água, custeado pelo governo do Estado, com quem a Prefeitura e o Saae assinaram, recentemente, contrato no valor de R$ 10,8 milhões, a fundo perdido (sem necessidade de reembolso).

"Na medida que comprovamos que estamos reduzindo as perdas de água, o dinheiro vai sendo liberado", esclarece o superintendente do Saae, engenheiro Nilson Alcides Gaspar.

"A substituição dos ramais no Parque São Lourenço, além do benefício de combater vazamentos, atende a um pedido do prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB) de deixar as ruas prontas para o recapeamento do asfalto", enfatiza o superintendente do Saae.

 

 

 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Indaiatuba Fácil.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.