Sábado, 19 de Setembro de 2020

25/8/2020 - Indaiatuba - SP

Operação da Polícia Civil cumpre mandados contra organização criminosa em Indaiatuba




Grupo é suspeito de estar envolvido com tráfico de drogas, cárcere privado, além de fazer 'julgamentos', prática conhecida como 'Tribunal do Crime'. Pelo menos 8 pessoas foram presas.

Drogas e dinheiro foram apreendidos em operação da Polícia Civil em Indaiatuba — Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil cumpre, na manhã desta quinta-feira (13), dez mandados de prisão e 14 de busca e apreensão contra uma organização criminosa em Indaiatuba (SP).

De acordo com a investigação, a operação, que recebeu o nome de "Veredicto", tem o objetivo de coibir o grupo, suspeito de estar envolvido com tráfico de drogas, cárcere privado, além fazer "julgamentos", prática conhecida como "Tribunal do Crime".

Segundo o Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter 2), até a publicação foram cumpridos oito mandados de prisão, sendo que dez pessoas foram conduzidas para a delegacia. Além disso, a polícia apreendeu drogas em dois flagrantes de tráfico.

A investigação começou em julho deste ano, quando um homem foi resgatado por policiais de Indaiatuba e afirmou que estava sendo mantido em cativeiro para ser "julgado" por conta de um desentendimento com um dos membros da organização. Na ocasião, três pessoas foram presas por cárcere privado e associação criminosa.

Os presos e todos os materiais durante a operação foram levados para a Delegacia de Indaiatuba. Entre os itens apreendidos, estão armas, R$ 650 em dinheiro, 1,2 mil porções de maconha e pinos de cocaína.

 

 


Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Indaiatuba Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.