Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017

3/7/2012 - Indaiatuba - SP

Oficina aberta da Cultura reúne pais e filhos em processo criativo




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Indaiatuba

 

Cerca de 20 alunos entre 05 e 12 anos da oficina aberta de arte da Secretaria Municipal de Cultura estão participando de projeto coordenado pela professora Jane Bonet que reúne país e filhos em torno de um processo criativo. Parte das oficinas gratuitas regulares da Secretaria, os encontros semanais têm o objetivo de propor aos participantes a vivência da elaboração de uma obra de arte, desde sua concepção – seguindo o tema festa junina – até sua realização, os tipos de técnicas artísticas e estilos que podem ser utilizados, influências de grandes artistas como Volpi e a exposição dos trabalhos, que acontece na sede da Cultura.
“A intenção é sensibilizar as crianças para a arte, para que elas desenvolvam sua capacidade de observação e exercício do pensamento criativo”, destaca Jane. “Há toda uma orientação, mas as deixamos livres para seguir os caminhos de criação que os alunos propõem. Também procuramos mostrar que cada técnica tem uma origem, uma história, uma base. Esta semana, por exemplo, estamos trabalhando com a têmpera ovo, e mostramos que é algo que é usado desde a pré-história. E pela primeira vez, estamos agregando os pais no projeto, o que tem sido gratificante também para eles”, conta Jane. Nesta primeira etapa, os alunos compuseram obras que reuniam sua imagem de rosto com trajes típicos juninos ou festivos feitos com materiais diversos.
“Achei uma experiência fantástica, é um momento único em que a gente interage com os filhos, volta a ser criança também. A gente faz uma bagunça que não tem coragem, nem os meios, de fazer em casa, então fica livre mesmo para criar. Meu filho também ficou muito feliz de ter minha presença ali. Eu ajudei com os materiais, mas quem decidiu o que ia fazer e como foi ele”, comenta Mônica Kimura, mãe do aluno Rui Kimura Barroso, de 10 anos, integrante da oficina, e que exibia todo orgulhoso o personagem que escolheu fazer, um curioso “guerreiro medieval junino”. “Eu achei muito legal fazer o trabalho, tive a idéia do guerreiro mongol do filme Genghis Khan”, diz Rui. Sua irmã, Sabrina, também participou das oficinas da Secretaria da Cultura dos 06 aos 16 anos.
As oficinas culturais são gratuitas, abertas à população e acontecem regularmente durante todo o ano, com períodos de inscrição. Há atividades com argila, brinquedoteca, desenho, pintura em tela, artes plásticas, teatro, coral, grafitagem, viola, história da arte, dança e diversos instrumentos musicais como viola, violino, flauta e percussão.
Serviço
Secretaria Municipal de Cultura – Praça Dom Pedro II, s/n – Tel: (19) 3825-2056.

 

Cerca de 20 alunos entre 05 e 12 anos da oficina aberta de arte da Secretaria Municipal de Cultura estão participando de projeto coordenado pela professora Jane Bonet que reúne país e filhos em torno de um processo criativo. Parte das oficinas gratuitas regulares da Secretaria, os encontros semanais têm o objetivo de propor aos participantes a vivência da elaboração de uma obra de arte, desde sua concepção – seguindo o tema festa junina – até sua realização, os tipos de técnicas artísticas e estilos que podem ser utilizados, influências de grandes artistas como Volpi e a exposição dos trabalhos, que acontece na sede da Cultura.


“A intenção é sensibilizar as crianças para a arte, para que elas desenvolvam sua capacidade de observação e exercício do pensamento criativo”, destaca Jane. “Há toda uma orientação, mas as deixamos livres para seguir os caminhos de criação que os alunos propõem. Também procuramos mostrar que cada técnica tem uma origem, uma história, uma base. Esta semana, por exemplo, estamos trabalhando com a têmpera ovo, e mostramos que é algo que é usado desde a pré-história. E pela primeira vez, estamos agregando os pais no projeto, o que tem sido gratificante também para eles”, conta Jane. Nesta primeira etapa, os alunos compuseram obras que reuniam sua imagem de rosto com trajes típicos juninos ou festivos feitos com materiais diversos.


“Achei uma experiência fantástica, é um momento único em que a gente interage com os filhos, volta a ser criança também. A gente faz uma bagunça que não tem coragem, nem os meios, de fazer em casa, então fica livre mesmo para criar. Meu filho também ficou muito feliz de ter minha presença ali. Eu ajudei com os materiais, mas quem decidiu o que ia fazer e como foi ele”, comenta Mônica Kimura, mãe do aluno Rui Kimura Barroso, de 10 anos, integrante da oficina, e que exibia todo orgulhoso o personagem que escolheu fazer, um curioso “guerreiro medieval junino”. “Eu achei muito legal fazer o trabalho, tive a idéia do guerreiro mongol do filme Genghis Khan”, diz Rui. Sua irmã, Sabrina, também participou das oficinas da Secretaria da Cultura dos 06 aos 16 anos.


As oficinas culturais são gratuitas, abertas à população e acontecem regularmente durante todo o ano, com períodos de inscrição. Há atividades com argila, brinquedoteca, desenho, pintura em tela, artes plásticas, teatro, coral, grafitagem, viola, história da arte, dança e diversos instrumentos musicais como viola, violino, flauta e percussão.


Serviço


Secretaria Municipal de Cultura – Praça Dom Pedro II, s/n – Tel: (19) 3825-2056.

 

 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Indaiatuba Fácil.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.