Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019

11/7/2012 - Indaiatuba - SP

Empresários senegaleses visitam Indaiatuba em busca de negócios




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Indaiatuba

 

O Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) em parceira com a Prefeitura de Indaiatuba recebeu na tarde de terça-feira (10), no Sesi (Serviço Social da Indústria), a visita da comitiva de 15 empresários senegaleses. O encontro de negócios entre empresários do Senegal e do Brasil buscou novos negócios e parcerias internacionais.
Esteve presente representando o prefeito, Reinaldo Nogueira (PMDB), o secretário de Governo, Odair Gonçalves, a secretária em exercício de Desenvolvimento, Marta Raquel Leme do Prado; o diretor do Sesi, André Luis Martins da Silva; o diretor titular do Ciesp Indaiatuba, José Augusto Rodrigues Gonçalves; o vice-presidente do Ciesp Estadual, Ignácio de Moraes Junior; o presidente da Federação das Indústrias do Senegal, Mansour Cama; o diretor Nacional das Indústrias do Senegal; Ibrahima Basse; a coordenadora da missão no Senegal, Fatou Mboup e o coordenador da missão no Brasil, Babacar Ba.
O diretor do Ciesp Indaiatuba, iniciou o encontro com agradecimentos. “Agradeço a presença de todos. É um privilégio receber homens de negócios do Senegal. Indaiatuba é uma propulsora da economia brasileira, recebemos diversas empresas que vêm pela ótima logística do município. Hoje é uma grande oportunidade para formar negócios internacionais e ampliar os contatos entre as empresas”, comenta José Augusto Rodrigues Gonçalves.
Em seguida falou o coordenador da missão no Brasil, Babacar Ba. “Nosso objetivo não é só fazer parceria comercial, mas também representar nosso país, pois temos milhares de empresas no Senegal esperando o resultado deste encontro. É um grande prazer estar aqui em Indaiatuba onde já tenho diversos amigos, já viemos uma vez e agora voltamos com homens de negócios da indústria. Os acompanhamos, pois sabemos que a riqueza do país está nas indústrias”, ressalta Babacar Ba.
O presidente da Federação das Indústrias do Senegal, Mansour Cama, sublinhou a importância do Senegal para a África Ocidental. “Estamos hoje em Indaiatuba em uma delegação não muito grande, mas temos muitas empresas de diversos setores no Senegal buscando as parcerias internacionais. O Senegal é um país pequeno, mas é a porta de entrada para a África Ocidental o que soma cerca de 450 milhões de consumidores africanos, temos potencial na agricultura, minérios, pescaria, telecomunicações e tecnologia da informação”, relata.
O secretário de Governo iniciou a fala cumprimentando todos os presentes e deixando um abraço do prefeito de Indaiatuba, Reinaldo Nogueira. Gonçalves complementou relatando os pontos positivos de Indaiatuba para o setor industrial. “Indaiatuba é um celeiro de bons negócios, é a segunda cidade da RMC (Região Metropolitana de Campinas) em qualidade de vida; também é a segunda da RMC em exportação, perdendo apenas para Campinas. A infraestrutura da cidade é umas das mais completas e a localização é privilegiada com uma malha viária de primeira qualidade. Também possuímos uma instituição de ensino que forma mão de obra especializada. Em Indaiatuba temos mais de 800 indústrias, 4.300 prestadores de serviços e quase 4 mil comércios. Logo teremos o terminal intermodal que ligará o município até o Porto de Santos. Tenho certeza de que vamos movimentar também a porta de entrada e saída da África Ocidental”, finaliza o secretário de Governo.
Os empresários senegaleses buscaram os seguintes segmentos: agroalimentar (sementes, milho, soja e hortaliças); equipamentos (tratores, colheitadeiras e batedeiras dos mais diversos tamanhos); energia (geradores, alternadores para geradores e energias renováveis); maquinários para extração de polpa de frutas e couro legítimo (para calçados). Além da compra e venda de produtos, a comitiva veio ao Brasil para buscar parceiros brasileiros que desejam representação no Senegal.

 

O Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) em parceira com a Prefeitura de Indaiatuba recebeu na tarde de terça-feira (10), no Sesi (Serviço Social da Indústria), a visita da comitiva de 15 empresários senegaleses. O encontro de negócios entre empresários do Senegal e do Brasil buscou novos negócios e parcerias internacionais.

Esteve presente representando o prefeito, Reinaldo Nogueira (PMDB), o secretário de Governo, Odair Gonçalves, a secretária em exercício de Desenvolvimento, Marta Raquel Leme do Prado; o diretor do Sesi, André Luis Martins da Silva; o diretor titular do Ciesp Indaiatuba, José Augusto Rodrigues Gonçalves; o vice-presidente do Ciesp Estadual, Ignácio de Moraes Junior; o presidente da Federação das Indústrias do Senegal, Mansour Cama; o diretor Nacional das Indústrias do Senegal; Ibrahima Basse; a coordenadora da missão no Senegal, Fatou Mboup e o coordenador da missão no Brasil, Babacar Ba.

O diretor do Ciesp Indaiatuba, iniciou o encontro com agradecimentos. “Agradeço a presença de todos. É um privilégio receber homens de negócios do Senegal. Indaiatuba é uma propulsora da economia brasileira, recebemos diversas empresas que vêm pela ótima logística do município. Hoje é uma grande oportunidade para formar negócios internacionais e ampliar os contatos entre as empresas”, comenta José Augusto Rodrigues Gonçalves.

Em seguida falou o coordenador da missão no Brasil, Babacar Ba. “Nosso objetivo não é só fazer parceria comercial, mas também representar nosso país, pois temos milhares de empresas no Senegal esperando o resultado deste encontro. É um grande prazer estar aqui em Indaiatuba onde já tenho diversos amigos, já viemos uma vez e agora voltamos com homens de negócios da indústria. Os acompanhamos, pois sabemos que a riqueza do país está nas indústrias”, ressalta Babacar Ba.

O presidente da Federação das Indústrias do Senegal, Mansour Cama, sublinhou a importância do Senegal para a África Ocidental. “Estamos hoje em Indaiatuba em uma delegação não muito grande, mas temos muitas empresas de diversos setores no Senegal buscando as parcerias internacionais. O Senegal é um país pequeno, mas é a porta de entrada para a África Ocidental o que soma cerca de 450 milhões de consumidores africanos, temos potencial na agricultura, minérios, pescaria, telecomunicações e tecnologia da informação”, relata.

O secretário de Governo iniciou a fala cumprimentando todos os presentes e deixando um abraço do prefeito de Indaiatuba, Reinaldo Nogueira. Gonçalves complementou relatando os pontos positivos de Indaiatuba para o setor industrial. “Indaiatuba é um celeiro de bons negócios, é a segunda cidade da RMC (Região Metropolitana de Campinas) em qualidade de vida; também é a segunda da RMC em exportação, perdendo apenas para Campinas. A infraestrutura da cidade é umas das mais completas e a localização é privilegiada com uma malha viária de primeira qualidade. Também possuímos uma instituição de ensino que forma mão de obra especializada. Em Indaiatuba temos mais de 800 indústrias, 4.300 prestadores de serviços e quase 4 mil comércios. Logo teremos o terminal intermodal que ligará o município até o Porto de Santos. Tenho certeza de que vamos movimentar também a porta de entrada e saída da África Ocidental”, finaliza o secretário de Governo.

Os empresários senegaleses buscaram os seguintes segmentos: agroalimentar (sementes, milho, soja e hortaliças); equipamentos (tratores, colheitadeiras e batedeiras dos mais diversos tamanhos); energia (geradores, alternadores para geradores e energias renováveis); maquinários para extração de polpa de frutas e couro legítimo (para calçados). Além da compra e venda de produtos, a comitiva veio ao Brasil para buscar parceiros brasileiros que desejam representação no Senegal.

 

 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Indaiatuba Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.