Sábado, 24 de Junho de 2017

12/6/2017 - Indaiatuba - SP

Indaiatuba fica em sétimo lugar na pré-classificação do Município VerdeAzul




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Indaiatuba

Indaiatuba conquistou a sétima posição na pré-classificação do ranking do Programa Município VerdeAzul, promovido pelo Governo do Estado. O município ainda garantiu a primeira posição no ranking com a diretiva “gestão das águas”, entre as 606 cidades inscritas. O anúncio foi feito na tarde de quinta-feira (08) em Mogi das Cruzes, durante o 1° Encontro Estadual de Pré-Certificação do programa, na presença do secretário estadual do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Essa pré-classificação cumpre a meta estipulada pelo prefeito Nilson Gaspar (PMDB) de ficar entre as 20 primeiras cidades do ranking de 2017.

Para o prefeito, já era esperada uma boa classificação este ano, mas a sétima posição veio como uma boa surpresa. “Conheço muito bem todos os trabalhos que desenvolvemos na área do meio ambiente e sabia que se tudo estivesse devidamente documentado garantiríamos uma boa posição no ranking, mas essa colocação foi uma excelente surpresa. Agora vamos trabalhar para manter e até melhorar essa posição. Reforço que não estamos brigando apenas por um índice, não é isso o mais importante. O que é realmente importante para mim é melhorar cada vez mais a qualidade de vida de nossa população”, declarou.

O Certificado foi recebido pelo diretor administrativo da Secretaria de Urbanismo e do Meio Ambiente, Gilmar Pessutti, que é o interlocutor do município no programa. Ele participou da cerimônia acompanhado pelo seu suplente, Juliano Rufini, do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgotos), e por Guilherme Magnuson e Telma Menezes, também representando a Secretaria de Urbanismo.

O critério de avaliação do Programa Município VerdeAzul teve algumas mudanças este ano. Agora a classificação será feita em três etapas anuais entre todas as cidades do Estado de São Paulo, sendo a primeira no mês de junho, a segunda em setembro e a etapa final em dezembro.

Nesta primeira etapa, foram eliminados os municípios que não conseguiram atingir 25 pontos. Indaiatuba obteve 61,28 pontos. As cidades que permanecem na disputa agora terão até setembro para apresentar novas documentações, incluindo os trabalhos em andamento. Para a certificação definitiva, em dezembro, os municípios precisam somar o mínimo de 80 pontos.

No ano passado Indaiatuba conquistou a 43ª posição no Ranking ambiental do Município VerdeAzul, com 86,16 pontos, e garantiu sua melhor classificação desde 2009, quando ingressou no programa. Até então essa era a melhor classificação da cidade no Ranking Ambiental do Município VerdeAzul.

Durante a entrega da certificação, o secretário estadual do Meio Ambiente informou que em 2017 serão destinados R$ 15 milhões ao programa. Os municípios pré-certificados já podem reivindicar os recursos.

As ações propostas pelo programa compõem as dez diretivas norteadoras da agenda ambiental local, abrangendo os seguintes temas estratégicos: Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Arborização Urbana, Educação Ambiental, Cidade Sustentável, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Estrutura Ambiental e Conselho Ambiental.

O programa

Lançado em 2007, pelo Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o Programa Município VerdeAzul (PMVA) tem o propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental. A participação no programa também é um dos critérios de avaliação para a liberação de recursos federais.

A participação dos municípios é voluntária e ocorre por meio de um termo de adesão. Assim, o principal objetivo do PMVA é estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do Estado de São Paulo.

Ao participar, cada município paulista indica um interlocutor e um suplente, que serão o elo de comunicação entre a cidade e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente.

Para a realização do seu objetivo, o PMVA oferece capacitação técnica aos interlocutores indicados pela municipalidade e, ao final de cada ciclo anual, publica o “Ranking ambiental dos municípios paulistas”. 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Indaiatuba Fácil.


Enviar esta notícia por email

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.